top of page
Buscar

Feiras Medievais - Loja Rei das Espadas


Feiras Medievais, recriações históricas e outras Neste ”jardim à beira mar plantado” – reino independente desde 1143 até 1910 -, e ao longo de cada ano, realizam-se, de Norte a Sul, diversas iniciativas relacionadas com a História de Portugal: – Mercados ou Feiras Medievais 1 , – Recriações Históricas, e outras iniciativas do género, nas quais se tenta recriar, o melhor possível, épocas, vivências, factos e/ou personagens históricas, e que importa conhecer melhor. Em muitas dessas iniciativas também se tentam retratar as artes e ofícios de cada tempo e lugar, a gastronomia e o modo de viver das respetivas populações, permitindo apreciar tradições recriadas, com maior ou menor precisão, de uma forma muito visual e atrativa. Nesta página vamos colocar as informações que nos foi possível recolher sobre este assunto. Novembro de 2023 = Dia 12 – Torneio Arco Histórico – Castelo de Torres Vedras Outubro de 2023 = Dias 5 a 8 – Mercado Medieval de Azurara – Vila do Conde = Dia 7 – Torneio Arco Histórico – Castelo de Tomar = Dia 22 – Torneio Arco Histórico – Castelo de Silves Setembro de 2023 = Dia 13 – Torneiro Arco Histórico – Castelo de Santarém = Dias 17 a 27 – Comemorações da Batalha do Buçaco – Mealhada = Dias 23 e 24 – Cerco de Campo Maior – 1811 = Dias 22 a 24 – Feira Medieval de Palmela A edição deste ano da Feira Medieval tem como tema “Um Mestre Português para a Ordem de Santiago“, e vai recuar até 1288. Neste ano, por diligências do Rei D. Dinis, a Ordem de Santiago em Portugal foi beneficiada com a Bula Pastoralis Officii, através da qual o Papa Nicolau II lhe concedeu isenção de obediência a Castela e autorização para eleger um Mestre português. Coube a D. João Fernandes, Comendador-mor de Mértola, a honra de ser o primeiro Mestre português da Ordem de Santiago. Em 1290, o Comendador de Palmela, D. Martim Anes Chanca, recebeu no Castelo o Rei D. Dinis e o Mestre João Fernandes, com honrarias, festejos e feira franca, celebrando a autonomização da Ordem. O programa de animação vai contar com a habitual presença de artesãos e restauração, danças medievais, acampamentos, falcoaria, torneios de cavaleiros, entre muitos outros atrativos. Agosto de 2023 = Dias 10 a 20 – Feira Medieval de Silves = Dias 25 a 27 – Reconstituição Histórica do Cerco de Almeida Julho de 2023 = dias 29 a 2 de julho – Feira Medieval Ibérica Viking – Vila Nova de Famalicão Durante quatro dias vai ser recriada a época do século XI, com gastronomia inspirada da altura, mercado, demonstração de lutas, danças, comédia, música, autos de fé e rituais viking, bem como a recriação da aldeia do povo ibérico e viking. A iniciativa decorre na Praça D. Maria II, em pleno centro da cidade, e é promovida pela Escola Profissional Cior e conta com o apoio da autarquia. = dias 30 a 2 de Julho – Terras Templárias – Castelo Branco = Dias 6 a 9 – Feira Medieval de Pero Pinheiro = Dias 6 a 9 – XV Festival Medieval de Elvas Pelas artérias do Centro Histórico da cidade, com uma programação diversificada e alusiva à época. = Dia 7 – Torneio Arco Histórico – Castelo de Torres Novas = Dias 7 a 9 – Feira Medieval da Alameda – Lisboa = Dias 13 a 16 – Feira Quinhentista da Ribeira Grande – Açores = Dias 14 a 16 – Recriação Histórica e Mercado Oitocentista do Vimieiro = Dias 21 a 23 – Feira Medieval de Coimbra Largo da Sé Velha, nos Claustros da igreja, no Quebra Costas e na rua do Norte. = Dias 26 a 30 – Feira Medieval de Caminha Este ano, a Feira Medieval de Caminha realiza-se na zona histórica, entre os dias 26 e 30 de julho, e tem como tema “El Rey D. Dinis” Esta iniciativa tem como principal objetivo a recriação de um ambiente medieval através do comércio, das artes, ofícios, divertimentos, sabores e hábitos alimentares da Idade Média. Vai haver espetáculos de fogo, acampamento civil e militar, oficinas e jogos para os mais novos, aves, gastronomia e muita animação. No ano de 1291, Caminha assistiu à criação da feira, anos após a outorga da carta de foral por D. Dinis em 24 de julho de 1284. El Rey D. Dinis” é filho de D. Afonso III e de D. Beatriz de Castela. D. Dinis foi o sexto rei de Portugal. Nasceu em Lisboa em 1261 e iniciou em 1279 um longo reinado, vindo a falecer em 1325. Com a sua ação militar e diplomática fixou a fronteira política mais antiga e estável da Europa e obteve assinalável prestígio internacional no contexto europeu medieval. Junho de 2023 = Dias 1 a 4 – Feira Medieval de Torres Novas = Dias 2 a 4 – Mercado Oitocentista de Arruada dos Vinhos = Dias 2 a 4 – Moalde Medieval – São Mamede de Infesta = Dias 2 a 4 – Mercado Histórico de Lousada = Dias 2 a 4 – Mercado Quinhentista no Machico (Madeira) Este ano vai ser homenageado Tristão das Damas – filho do primeiro capitão donatário de Machico. Na feira medieval- que inclui um cortejo e outras vivências – participam mais de 1300 figurantes. = Dias 8 a 11 – Feira Medieval de Alhos Vedros – “Alhos Vedros e o rio” Largo da Feira – Alhos Vedros Esta feira contará com cerca de 140 expositores, 120 animadores e artistas, bem como cavalos, cães, aves de rapina, cobra, entre outros animais que prometem surpreender com os seus espetáculos. Os petiscos, esses, também não vão faltar e as carnes assadas vão saciar, certamente, a fome de quem por lá passar. Os licores, a cerveja artesanal, a sangria, ginginhas e hidromel, prometem, também, matar a sede a muitos visitantes. = Dias 9 a 11 – Feira Medieval de Lobelhe do Mato (Mangualde) = Dias 9 a 10 – Feira Medieval de São Mamede de Infesta – “Moalde Medieval” Parque Urbano de São Mamede de Infesta Os visitantes poderão apreciar ao vivo a recriação histórica de um mercado medieval através da decoração do recinto, dos trajes de época, das danças orientais, da música medieval, dos cortejos, das oficinas com trabalhos ao vivo, da falcoaria, da animação de rua e dos vários espetáculos. = Dias 10 e 11 – Feira Medieval de Lamego – “D. Afonso Henriques e as lendárias Cortes de Lamego Efetivamente, não houve nenhumas cortes, pois a ata das ditas “Cortes de Lamego” foi forjada meio milénio depois, no início do século XVII, em Alcobaça, por Frei António Brandão, para mobilizar os portugueses contra os Filipes, que nos governaram durante longos sessenta anos e acabaram por ser corridos em 1 de Dezembro de 1640. = Dias 9 a 11 – 2ª edição da Aldeia Medieval de Airães O cenário escolhido, a Igreja Românica de Santa Maria de Airães, é o local ideal para a recriação dos tempos medievais. Durante os três dias da Feira Medieval, os visitantes poderão desfrutar de diversas atividades e eventos, com destaque para o “Tumulto no Mosteiro”, que se realizará à noite durante os três dias da feira. = Dia 11 – Torneio Arco Histórico – Castelo de Cantanhede = Dia 18 – Torneio Arco Histórico – Castelo de Ourém = Dias 23 a 25 – 2ª Feira Medieval do Carvalhal – Bombarral = Dias 30 a 2 de julho – Terras Templárias – Castelo Branco = Dias 29 a 2 de julho – Feira Medieval Ibérica Viking – Vila Nova de Famalicão Durante quatro dias vai ser recriada a época do século XI, com gastronomia inspirada da altura, mercado, demonstração de lutas, danças, comédia, música, autos de fé e rituais viking, bem como a recriação da aldeia do povo ibérico e viking. A iniciativa decorre na Praça D. Maria II, em pleno centro da cidade, e é promovida pela Escola Profissional Cior e conta com o apoio da autarquia. Maio de 2023 = Dias 4 a 7 – Feira Setecentista das Águas Livres – Buraca – Lisboa = Dias 5 a 7 de maio – VI Feira Medieval de S. Pedro da Cadeira Torres Vedras – Parque Verde em S. Pedro da Cadeira = Dias 6 e 7 – Feira Medieval de São Pedro da Cadeira – Torres Novas = Dias 11 a 14 – Feira Medieval da Portela – Lisboa = Dias 12 a 14 – Feira Medieval Ibérica de Avis Esta edição da Feira Medieval Ibérica de Avis, que se realiza no Centro Histórico da vila alentejana, tem como tema “D. João I – Entre a religiosidade e a devoção, a causa e a ação”. Evoca o período entre 1372 e 1421, e retrata as guerras e batalhas, os atos de fé, as celebrações, as quezílias da Corte, esconjuros e perseguição às bruxas e muito mais. Entre cortejos, lutas de armas e cavalo, encenações, danças e teatros de fogo, a Feira Medieval Ibérica de Avis convida os visitantes para uma experiência imersiva na História: degustando os sabores tradicionais, dançando ao som dos ritmos medievais e sentindo-se parte de uma verdadeira viagem aos tempos medievais. = Dias 17 a 21 – Braga Romana = Dias 18 a 21 – Mercado Medieval em Terras de Corroios O Mercado Medieval em Terras de Corroios está de volta para a sétima edição, no Parque Urbano da Quinta da Marialva. Com danças, lutas e até teatros, poderá sentir-se mesmo na Idade Média. Até há um bobo da corte para o importunar durante o dia e fazer rir os miúdos. Haverá ainda demonstrações de armas, nomeadamente o arco e flecha, e diversas exposições. E poderá mesmo levar uma consigo para casa. A feira começa às 16 horas de quinta-feira, com a cerimónia oficial de abertura, e termina às 22 horas de domingo, havendo também um momento especial para o encerramento. = Dias 19 a 21 – Feira Medieval de Corroios = Dias 20 e 21 de maio – VIII Festival da Rainha – Feira Medieval de Estremoz Organização do Município de Estremoz e da Escola Secundária Rainha Santa Isabel de Estremoz, que terá lugar no Largo Dom Dinis e espaços envolventes ao núcleo medieval da cidade de Estremoz. = Dias 25 a 28 – Feira Medieval de Odivelas – Lisboa

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Espadas Demon Slayer - LOJA REI DAS ESPADAS - PORTUGAL

Um guia para espadas Demon Slayer O ano de 2022 está quase acabando e o anime teve um ano de sucesso. Cada temporada gerou uma série de programas populares em uma variedade de gêneros, dando à maioria

bottom of page