top of page
Buscar

Katanas: LOJA REI DAS ESPADAS - PORTUGAL

De todas as lâminas criadas pelo homem, a katana é, com certeza, uma das que mais desperta curiosidade e admiração de cuteleiros em todo o mundo.

Esta espada curva japonesa é um ícone universal, que ganhou destaque em diversos filmes, séries de TV e na prática de artes marciais, tudo isso serviu para aumentar o interesse em sua origem, história e características.

A Katana é feita artesanalmente com uma técnica desenvolvida ao longo de mil e quinhentos anos, conhecida por ser a principal arma dos samurais, os guerreiros de elite dos senhores feudais japoneses e foi utilizada pelos japoneses em todos os conflitos militares, da Idade Média até a Segunda Guerra Mundial.


QUAL A ORIGEM DA KATANA JAPONESA?


Em sua origem, os japoneses usavam e fabricavam espadas bem diferentes da katana. Há registros históricos do século VIII que comprovam a adoção de espadas com lâmina curta e reta, similares a espadas ocidentais, assim como espadas com pontas duplas, com formato semelhante ao de flechas, foram encontradas em sítios arqueológicos de túmulos datados do século IV ao VIII.

Foi a necessidade que levou ao desenvolvimento da Katana como conhecemos hoje. Por volta de 1274, o imperador mongol da China, Kublai Khan, enviou tropas por mar para invadir o Japão. Embora os japoneses tenham conseguido impedir a invasão, perceberam que os mongóis possuíam armaduras mais resistentes e certos de que os mongóis fariam uma outra tentativa de invasão, os japoneses desenvolveram a katana, espada levemente curvada com ponta em forma de cunha, empunhadura longa para duas mãos e lâmina comprida com corte unilateral, medindo em média de 60 a 75 cm.

Feita para ser segurada com as duas mãos, um golpe com a Katana aproveita toda a força de uma pessoa de modo mais eficaz. Sua forma é ideal para rápidos golpes de corte. Sua lâmina larga e resistente é praticamente inquebrável, e a ponta em forma de cunha permitia atravessar a armadura mongol. Quando os mongóis voltaram a atacar, encontraram os japoneses melhor preparados e tiveram que voltar aos seus navios. Um tufão varreu a frota mongol, afundando-a de vez. A este evento natural os japoneses deram o nome de kamikaze (vento divino), acreditando que os deuses haviam enviado o tufão para proteger o Japão.


PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA KATANA JAPONESA


A katana tradicional é feita basicamente a partir de três instrumentos rudimentares: uma tenaz, um malho e uma bigorna. O processo baseia-se no antigo método chinês de aquecer, dobrar e achatar o metal repetidas vezes, até conseguir dar a forma que se deseja ao metal.


O que dá à lâmina a resistência, pela qual é mundialmente conhecida, é o uso de dois tipos de metal fundidos numa só lâmina, por meio de uma técnica conhecida como sanmai. Nela, três camadas de aço-carbono são combinadas: uma é formada por um aço mais maleável e fica entre duas camadas de aço com maior dureza, capazes de suportar golpes vigorosos sem sofrer danos — mesmo depois que a lâmina é submetida a inúmeras afiações.

O aspecto curvo da lâmina é obtido durante o processo de resfriamento, quando a lâmina, ainda incandescente, é mergulhada em água ou óleo. É essa súbita mudança de temperatura que contrai a parte de trás e expande a da frente, abandonando o formato reto para ganhar um arco sutil na parte do gume.

Além do aço, outros materiais são tradicionalmente utilizados na produção das Katanas. Sua empunhadura, por exemplo, é forrada com couro de arraia ou tubarão e costurada com fios de seda.

Já a guarda (tsuba) pode ser fabricada com aço ou madeira e fixada com pinos de bambu, que podem ser retirados para pequenos reparos ou substituídos de acordo com o uso da peça.

A bainha é considerada parte essencial da Katana, geralmente feita de madeira, ela é fundamental para preservar o corte da espada e facilitar o seu transporte de forma segura.


DIFERENÇAS ENTRE OS TIPOS DE KATANA


Atualmente, as Katanas podem ser encontradas em três diferentes formas:

  • as de madeira, sem nenhum poder de corte ou de perfuração, utilizadas somente para realizar treinos sem risco de ferimentos;

  • as decorativas, próprias para serem utilizadas apenas como adorno;

  • as Katanas usuais, com lâmina de aço que tem poder de corte e perfuração.

Para diferenciar uma katana decorativa de uma usual, é preciso verificar a espessura da lâmina e os materiais utilizados no acabamento da empunhadura. As decorativas geralmente têm lâminas finas, que se quebrarão no primeiro golpe, e utilizam materiais sintéticos no acabamento.

E aí, gostou de conhecer mais um pouco sobre estas tradicionais espadas japonesas? Aproveite para ler outras postagens em nosso blog e não se esqueça de acessar a Loja Rei das Espadas para conferir adquirir os materiais necessários para se aventurar na cutelaria artesanal.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Espadas Demon Slayer - LOJA REI DAS ESPADAS - PORTUGAL

Um guia para espadas Demon Slayer O ano de 2022 está quase acabando e o anime teve um ano de sucesso. Cada temporada gerou uma série de programas populares em uma variedade de gêneros, dando à maioria

bottom of page